quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Entrevista exclusiva com Toni Nogueira, diretor executivo de dir. de fotografia do filme: Fui !

Antonio Carlos Nogueira, o Toni Nogueira, é meu amigo a uns 12 anos, hoje é meu guru.
Nossa parceria é animal, porque a gente se respeita e acima de tudo, sabemos as virtudes um do outro. Juntos atuamos na TV (foi meu câmera, dir. fotografia na TV Cultura e na Globo/SPTV), foi ele que me levou pra conhecer o Litoral Norte e acabou que vim morar.
No cinema o filme: Fui ! não é o primeiro trabalho juntos, dirigimos o filme Profissão MC que tem o Criolo de protagonista.
Fui ! é um filme de Alessandro Buzo, com o Toni Nogueira de dir. de fotografia e dir. executivo.
Trago uma entrevista com ele, falando das coisas que citei aqui e do filme: Fui !
Por: Alessandro Buzo




Alessandro Buzo: Fizemos um filme juntos, Profissão Mc, agora juntos de novo no Fui ! Fale dessa parceria ?
Toni Nogueira:
Isso já não é mais parceria e sim uma irmandade. Nossa Fita é todo dia há mais de 10 anos, não da pra aliviar.
Tamo Junto Sempre!


Buzo: Também estivemos juntos na TV por 6 anos, 3 de TV Cultura e 3 de Globo, fale desse tempo, do quadro, da nossa parceria na TV ?
Toni Nogueira:
Foram 6 anos de aprendizado e encantamento com a periferia, os saraus, os sambas de comunidade e os Ra Tá Tá da vida!
Só tenho que agradecer e reconhecer a nossa parceria.


Buzo: O filme é no Litoral Norte que eu conheci através de vc, o que tem a dizer sobre isso ?
Toni Nogueira:
Mano, eu te trouxe pra cá e agora você e família já são moradores locais e eu ainda to preso na capital.
Me lembra uma historinha engraçada e reveladora: Você começou na DGT como um faz tudo e logo depois virou meu patrão por 6 anos na TV Brasileira.


Buzo: Porque embarcar no Fui ! sem dinheiro, com seu equipamento, apoio irrestrito ?
Toni Nogueira:
Eu acredito que a transformação das pessoas está acontecendo através das artes, e eu sou ativista na área do audio visual desde longa data. Quando fizemos o Profissão MC foi a mesma história estamos fazendo filmes de guerrilha que precisam ser realizados e esse é meu “lucro”.


Buzo: Você que deu o nome do filme, como surgiu o Fui ! (??)
Toni Nogueira:
Modestia a parte eu sou bom pra achar nome pra projetos, filmes e tudo mais. Você me contou a trama por cima e eu saquei que a palavra chave era FUI! Simples assim.


Buzo: Qual os equipamentos que iremos utilizar, tecnicamente falando ?
Toni Nogueira:
Aqui entra grande parte da direção de fotografia que neste caso particular tem que levar em conta que o projeto é 0800!
Como é um filme de ação vamos usar 3 câmeras em FUL HD e muito especiais que são da DGTfilmes. Um Drone P4, uma câmera chamada Osmo que na verdade é mesma câmera do drone só que de mão e uma câmera pequena super profissional da Sony que tem uma lente que flutua mecanicamente pra deixar a imagem sem tremeliques! Queremos que as câmeras contem a história do filme fluidamente sem interferências como se estivessem voando!


Buzo: Como está a expectativa pra começar os trabalhos ?
Toni Nogueira:
O filme já é um sucesso mesmo antes do foi câmera, foi som, ação! A comunidade de São Sebastião está totalmente ligada na Fita.
Com certeza é o primeiro longa realizado inteiramente na região e com locais. To tranquilo a primeira cena que vamos rodar sou personagem tocando repinique, vou descer a mão!


Buzo: Numa cena, no carnaval, desfile do Bloco Samdosa, você passa de dir. de fotografia, pra ator, batuqueiro, como é isso ?
Toni Nogueira:
Adoro tocar repinique!




Buzo: Considerações finais.
Toni Nogueira:
FUI! NAS TELAS…
Nossa região do Litoral Norte está virando cena cultural e você Buzo está no olho do furacão.



www.buzo10.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário